Top Social

VIVASOSODREAMS

Viagem, praia, estilo e vida brasileira

Hospedagem barata. Hostel em Lisboa na baixa chiado

Nov 15, 2017

Viajar é uma arte. Arte de conseguir bons preços na estadia, local adequado, arte de utilizar transporte público evitando taxis, arte de visitar pontos turísticos gastando nada, de apreciar uma comida local sem deixar a carteira limpa em um único jantar, e mais que tudo, arte de resistir as tentações das ofertas gringas. Com tudo isso você não deixa de ser um artista e dos bons!!

Quem tem dinheiro não precisa passar pelos perrengues dessa arte diferenciada. Nem por isso, os menos endinheirados devem deixar de puxar mala por aí, de conhecer lugares, cultura, apreciar a beleza do mundo, seja ele próximo a você ou mais distante. Nós brasileiros que somos artistas por natureza na arte de viver com o pouco ou nada, temos a sorte no quesito compra de passagens, que dá o primeiro impulso. Quem não tem reserva para mini férias tem oportunidade de comprar passagens parceladas em até 10 vezes com as companhias aéreas ou nas agências de viagens. E para estadias mais baratas, como fazer? Existe uma arte?

Se estás mesmo com vontade de conhecer lugares diferentes e viajas a sós, a opção de estadia é HOSTEL, os famosos albergues, em outra palavra. É ter que dividir o quarto com desconhecidos, o banheiro, ouvir conversas em horas impróprias,  acordar no meio da noite com o novo que chega de viagem arrastando a mala ou que chega da farra nas madrugadas. De alguma forma, todos se respeitam e ao final você descobre que não foi tão ruim assim. 

Se vais a Lisboa por exemplo e não se importa na divisão de quarto com qualquer um, apresento nesse post um dos hostels que me hospedei. Falarei do primeiro em outro. Ambos são da mesma rede. LIVING LOUNGE, esse é o nome e fica em frente ao metrô da baixa-chiado, na rua do Crucifixo. 
Se tiveres animado, poderás fazer suas compras e preparar a sua comida


O que nao gostei do quarto foi quanto as cortinas que não saem do lugar ao serem puxadas para cobrir a claridade a noite
Banheiro estava sempre limpo
cheio de pequenos detalhes. Janela voltada para a rua e, ao fundo, a FNAC.
O local é silencioso. O quarto que me hospedei não tinha vista, pois dava para os fundos de outros prédios. 
É chato ter que dormir com estranhos? Sim, mas se a grana tá curta e não tens um amigo onde se hospedar, vá de hostel. Você encontra várias opções e grandes ofertas pelo mundo na  HOSTELWOLRD.  Eu sempre faço as reservas nesse site.

Xoxo e volte que falarei do outro hostel, a sister do Living.

Kitesurf, do mar do nordeste brasileiro aos lagos da Austria

Oct 18, 2017

Kite, o esporte do vento, no mar ou no lago 


Eta que não é kite surf, mas kitesurf, tem-se o kite e a prancha para o surf, tudo juntinho não apenas no mar, brincando no vai e vem do balanço das ondas, mas em lagos. O que importa é ter vento.  Esse esporte é o que mais se nota nas praias do Rio Grande do Norte, precisamente Parnamirim, ou melhor dizendo, em Cotovelo e Pirangi. Não pode deixar de citar que outros lugares no Estado do Rio Grande do Norte lotam na estação do vento, como SAO MIGUEL DO GOSTOSO e a desconhecida BARRA DO CUNHAÚ. Merece post separado. Isso é nordeste brasileiro.

PRAIA DE COTOVELO, RN - Kitesurfing de Pirangi em direção a Natal, RN.

A turma do kite ou profissional do esporte, se bateu vento, após a diversão em Pirangi, toma rumo até Natal brincando nas ondas por toda orla. Essa galera que ama kitesurf aproveita qualquer canto com água e vento propícios - sim, tem que ter vento e direção corretos, senão não rola e pode ser perigoso.  A regra é válida tanto para o mar quanto para lagos. Kite é o que mais se tem durante a estação dos ventos em todos os cantos do mundo, e eu achava que era windsurf - boba eu, mas se não tem vento quem manda no esporte é SUP. Esse sim, eu sei e aprecio muito. Voltando ao kite, é da desconhecida Pirangi aos lagos da Austria. Nesses, quando chega o verão, os lagos lotam de kites e de windsurfs, mais aqueles que estes. Para quem gosta ou não, mesmo não sabendo praticar, torna-se uma graça assistir. Não importa onde, há diversão na água, nadando, refrescando ou fora dela.
lago na Austria
No olhar distante, parece ser fácil o manejo seja do kite ou do windsurf, mas de fácil não tem nada. Eu me arrisquei uma vez a equilibrar na prancha do windsurf e o resultado foi um desastre. Tem que ter não só equilíbrio, mas força para manter a vela na direção exata. 
Na dúvida, melhor ficar em solo firme e apreciar a paisagem que, na sua maioria, é de tirar o fôlego de pura beleza da natureza.

Praia brasileira e nordestina: paraíso desprezado?

Sep 8, 2017
Eu vou, mas eu volto. Nada melhor que o país da gente, a pátria amada. Aquela que nos faz rir, que nos faz chorar, que nos alegra quando deparamos com as praias mais lindas da vida, o país que até então é abençoado pela natureza - sem terremotos, tsunamis, hurricanes/furacões. Um país enorme, com todos os recursos naturais que os demais sonham em ter. É tamanha beleza que não cabe no próprio país nem no coração. Ô sorte a nossa em nascer nessa terra em que o mundo põe os olhos, principalmente no grande brócolis chamado AMAZONIA. 

Por um minuto tudo parece realmente lindo. Sim, ele é lindo, mas as vidas que nele habitam choram, não se sentem seguras em todos os sentidos. Se sentem roubados. Brasil seria perfeito se não fosse a tamanha desorganização, para não falar roubalheira em todos os poderes, sem exceção. O que mais envergonha? Todos eles - o legislativo, o executivo e o Judiciário. Sim, a suprema Corte, a esperança da chamada justiça vai pra lista.  Parece não ter fim tamanha corrupção. Os recursos que vem do povo não voltam para o povo. Que país é esse? Se trocássemos todos as pessoas dos 3 poderes por uma de outra nação, será que o Brasil tomaria rumo? Pensa aí....

O papo não está bom e eu não voltei para falar de desgraças. O lado bom da vida continua e é ele que nos irradia, nos dá força para vencer cada dia. Então, partiu ver a praia mais linda desse Brasil.kkkk. É linda porque aqui estou, é aqui que vivo no momento e, não importa onde nem lugar, porque onde estamos os olhos devem ver o que há de mais belo e aprender a amar cada cantinho. Passe a observar o seu canto, depois me fale.
Agora olhe bem essa orla que está na maré baixa. Não vai dizer que é linda? Claro que é. Não passou pela sua cabeça por um segundo sequer em estar ali? Ela tem areia. Você, talvez, não imagina quão maravilhoso é poder caminhar por praias de areia, poder entrar no mar sem pedrarias....eu já experimentei praias sem areia. Não é legal. Aqui é perfeito para caminhar, brincar, rolar, fazer mil e uma estripulias. E aí você não dá valor as praias brasileiras? Que isso fia, quero dizer....prefeito ou administrador das praias de Parnamirim, no Rio Grande do Norte...isso é Brasil gente, acorda? Veja essa maravilha e faça valer $$$ o que a natureza oferece. Invista nas orlas, nas vilas ao seu redor e terás retorno com o turismo. Lá fora, do outro lado do oceano, seria um pedaço do céu. Deixa eu repetir: Acorda Brasil, acorda nordeste.
E aí você torce o bico. As fotos não estão boas. Claro que não, foram tiradas de celular, que arrisquei ficar sem ele ao sair por ai, agora imagina se eu andasse pela orla com uma câmera profissional?!!  Esqueça a violência que estamos quase acostumados e enraivados, feche os olhos e imagine a praia perto de você, não importa onde. Veja a beleza existente em cada canto. Não tem praia? Idealize o campo, a montanha, o rio e, sorria mais, viva o seu dia, o seu momento. Amanhã pode ser tarde demais.
Por que eu falo assim? Vou contar nos próximos posts. Viajei e não aproveitei os lugares por onde passei. Será que volto um dia para consertar isso? Não sei se a vida me dará oportunidades. Já ouvistes que o cavalo passa arriado apenas uma vez na vida? Portanto, viva cada dia como se fosse o último - dentro das responsabilidades e de acordo com a lei, claro!!!..afinal, sou advogada. Precisa dos serviços advocatícios? Estou a disposição e não importa onde. 

Acompanhe os próximos posts....

Estou pensando em mudar o nome do blog. Só não sei ainda para qual. Os poucos amigos que tenho não são favoráveis com o nome vivasosodreams. 

Xoxô!!

Voando com a Qatar

Jul 31, 2017
Amo viajar e, nessa aventura com vôos curtos ou longos, sempre vou na classe econômica por absoluta falta de grana para desfrutar das regalias da classe executiva ou primeira. Nestas últimas, além do conforto para as pernas que podem ser esticadas praticamente como se estivesse em uma cama e ter boas horas de sono,  eles não poupam esforços no tratamento chamado COMIDA!!!!


A classe econômica é sofredora. Não sei você, mas a minha experiência voando 14 horas e 45 minutos pela Qatar Airways foi uma das piores até então já realizadas no quesito COMIDA. Durante todo o período foram servidas duas refeições: um lanchinho e um jantar ou almoço, pois devido ao longo percurso não dá para saber se estás almoçando ou jantando. Esqueças bebida alcoólica. Eles vão te servir um copo de vinho dos péssimos e não adianta indagar por mais uma gota. Pelo menos aconteceu comigo.

A Qatar é conhecida como uma das melhores companhias aéreas do mundo. Logo pensei que o serviço de bordo seria maravilhoso tanto quanto o da Emirates, ainda que na classe econômica. Só que não!!!
comida servida durante todo o trajeto. O jantar estava okay!
Resultado da experiência: o lanche foi um mini cook de gosto duvidoso e pão com recheio - parece esfirra mas com gosto super estranho, que não consegui comer devido ao sabor, isso depois de longas horas de vôos sem que a companhia ofertasse comida. Antes, fui reclamar se havia algo para forrar o estômago depois de 5 horas voando, obtive resposta que o LANCHE seria servido em breve. Fui salva por uma barra de cereal que estava esquecida na minha bolsa, pois foi impossível comer o lanchinho de forma a ludibriar a fome. Quanto a refeição quente estava OK - a carne estava dura,   portanto, aquém de várias companhias aéreas que não possuem crédito e que rodam por ai fazendo estômagos felizes. 

Passado algumas horas que serviram o tal lanchinho, indaguei se havia algo para comer - afinal, o jantar estava demorando horas e horas. Sim, claro. O mesmo pão/esfirra.  E então, não restou outra opção a não ser passar por umas boas horas de fome!!! Por um lado é ótimo para uma dieta forçada, mas estômago vazio não permite um bom sono. E você provavelmente deve estar pensando ser chatice da minha parte, pois pela foto parece estar saboroso. Eu pensei a mesma coisa. Gente, eu como qualquer coisa, mas o lanche não deu certo pelo sabor e cheiro, e olhe que passei 13 dias em Doha me deliciando das comidas locais sem qualquer problema de rejeição.

Provavelmente a Qatar possui outras opções de lanche e, talvez,  foi azar daquele dia. De qualquer forma fica a dica: vai viajar com a Qatar na segunda classe? Leve lanchinho na bolsa .

Hallstatt: vila entre montanhas e lago com jeito de paraíso

May 24, 2017
Hallstatt é um tipo de lugar que só em ver fotos acalma a alma.  Uma aldeia ou vila, localizada nos chamados alpes austríacos, com uma população pequena (talvez não tenha atingido 5 mil habitantes ainda) e suas casas construídas nas montanhas, à beira do lago Hallstätter, faz desse vilarejo um local turístico devido aos seus encantos. Próximo a Salzburg e não muito distante de Munique, deve ser colocado no roteiro de quem aprecia lagos e montanhas.

O acesso não é dos costumeiros como na maioria dos pontos turísticos europeus, que o trem ou ônibus te deixa dentro da cidade, mas de Salzburg na alta estação há excursões para o local. Quem viaja de carro é a forma mais fácil de se chegar a esse paraíso. Aos que não dirigem ou não querem alugar carro com intuito de economizar, deve pesquisar se uma excursão não sairia mais em conta, pois as opções de trem ou ônibus são salgadas. Tudo na vila e para a vila é caro, seja no transporte quanto na hospedagem. Eu fiz apenas uma passagem rápida. O ideal é dormir uma noite, se encantar com o charme dos pequenos restaurantes, acordar com a vista das montanhas, fazer os passeios ofertados no lago ou subir uma montanha até a mina de sal e ver a beleza da natureza do alto. É com certeza um passeio diferenciado. É unir natureza, beleza e cultura local.     

Para todos os lados que olhes verás montanhas....

ficou o desejo de desvendar as pequenas ruas da vila, ali pelos arredores da igreja, que com certeza esconde preciosidades 

 

em cada janela uma flor, um charme a parte....

As casas na vila são charmosas, cheias de pequenos detalhes. É como se eles esperassem, a cada ano, a primavera chegar para enfeitarem suas janelas com flores. 
 E o que é fantástico na Áustria? Você sai destinada a uma cidade e no meio do caminho haverá sempre surpresas boas. Essas rochas maciças tem um nome, mas como tudo em alemão eu não consigo memorizar, ficarei devendo. Se alguém souber, deixe nos comentários.

Hallstatt já está na lista de lugares que, se eu puder, quero voltar no verão ou primavera para curtir o dia e noite no que a vila tem além de lago e montanhas. Toda vez que vejo esse lago, ainda que em foto, me imagino com uma prancha de stand up paddle exercitando o esqueleto e admirando essa maravilha divina.

Auto Post Signature

Auto Post  Signature