Top Social

hospedagem boa e barata em Lisboa

Jan 23, 2018

Tudo seria belo nessa vida se não fosse a constante luta diária do ganha pão. A perfeição, no meu caso, seria se pudéssemos unir viagem e trabalho e ainda ser paga para tanto. Mas poucos são aqueles que denominamos de sortudos. Enquanto a sorte não bate na minha porta e na sua, vamos ao que interessa. Onde se hospedar de forma econômica em Lisboa, Portugal.

Se tens pavor de dividir quarto e banheiro, pode pular esse post. O que é barato chama-se hostel ou no popular, albergue. Sim, aquele local onde várias pessoas dormem no mesmo quarto, cada um com sua cama, claro, mas que dividem o banheiro, a cozinha, a sala ...É o ato de compartir o local para baratear os custos de uma estadia. E ai você pensa: mas não seria o caso então de alugar um apart pelo airbnb ou coisa similar? Se vais em turma com certeza, o problema é quando você decide puxar mala a sós!

No post anterior falei do hostel que possui duas unidades na baixa-chiado em Lisboa, porém com nomes diferenciados. O LISBON LOUNGE HOSTEL foi o primeiro que me hospedei e que fica bem no fuxico das ruelas da baixa e é ele a estrela desse post. Apesar de estar no burburinho da cidade o quarto é (pelo menos foi) silencioso. A opção de escolha foi com banheiro privativo. Custa um pouco mais que os demais, mas nem tanto. 

o quarto com banheiro privado - nele se compartilha o banheiro somente com as pessoas hospedadas no quarto. No total eram 6 camas e tive a sorte de estarem ali hospedadas todas do mesmo sexo. Entrou um grupo de americanas bem divertidas.
O espaço é bem decorado, há sala com mini cozinha em cada andar, cama boa com lençóis macios, banheiros limpos e papel higiênico que não deixa faltar (estão achando que papel não falta? falta sim, falei em um post sobre o hostel que me hospedei em Barcelona - papel higiênico parecia ser produto de luxo em mãos de pobre, faltava o tempo todo).
mini cozinha no andar ...tem geladeira, mesa, microondas etc
Além do conforto e do espaço a vista do Lisbon Lounge não deixa a desejar. Está próximo a praça do comércio e vizinho a vários restaurantes. No quarto se tem uma pequena sacada voltada pra rua. Dali se visualiza um pedacinho de onde fica o Castelo de São Jorge e do Rio Tejo. 
aquele arvoredo no fundo da foto é onde está o castelo


da sacada: pedacinho do rio Tejo..olha ele ao fundo
o janelão do quarto que na verdade é uma porta
restaurantes da rua bem aos pés do hostel. Se beber não irá se perder..kkkkk..mas pode acontecer de errar a porta.
O hostel é de curta distância do metrô, portanto, não sofrerás em andar kms puxando mala ou mesmo para passear pela cidade. Dá para fazer várias programas a pé sem ter que gastar com transporte. Mas, como nem tudo é perfeito, pessoas feito eu que ainda não sabem viajar light (entenda com mala pequena), sofre muito para subir as escadarias com o peso e tamanho da mala. É bem ao estilo: subir e descer rezando para não desequilibrar nas escadas. Por se tratar de prédio antigo, não há elevador. 

O hostel oferece ainda todos os dias (tanto o Lounge quanto o LIVING, do post anterior), opção para quem queira, ao preço fixo de 10.00 euros, jantar com vinho incluso. Uma pessoa denominada de Chef faz o cardápio diário e cozinha-se no local. É uma ótima opção para conhecer os demais hóspedes e compartilhar um pouco da experiência de vida com outras culturas.

Post Comment
Post a Comment

Auto Post Signature

Auto Post  Signature